Evocação dos 100 anos do nascimento de Carlos Oliveira

Evocando o centenário do nascimento de Carlos Oliveira, a Universidade Popular do Porto promove uma homenagem a tão importante poeta e escritor do neorrealismo português com duas sessões:

■ Sexta-feira, 22 outubro ■ 21.30h
“Uma abelha na chuva”, filme de Fernando Lopes
Percurso biográfico de Carlos Oliveira e debate com Mário David Soares

■ Sábado, 23 outubro ■ 15.00h
CONFERÊNCIA-DEBATE
“A obra literária de Carlos Oliveira” com José António Gomes
Leitura de poemas
Audição de música com poesia do autor

CARLOS DE OLIVEIRA nasceu em Belém, Brasil, em 1921, e morreu em Lisboa, em 1981. A família fixa-se na região da Gândara que marcará para sempre quer a sua poesia (hoje reunida em Trabalho Poético) quer os seus romances - Casa na Duna (1943), Alcateia (1944), Pequenos Burgueses (1948) Uma Abelha na Chuva (1953, adaptado ao cinema por Fernando Lopes, em 1972) e ainda Finisterra: paisagem e povoamento (1978). O Aprendiz de Feiticeiro (1971) reúne textos situáveis entre a crónica e o ensaio. Ocupa um lugar central no neorrealismo português, mas a evolução e depuração da sua escrita torna-a muito influente na literatura contemporânea. Poemas seus foram musicados por Lopes-Graça, Luís Cília, Manuel Freire e os Trovante. É considerado um dos mais relevantes escritores portugueses do século XX.

(Consulte o folheto anexo com mais informação sobre o autor)

As duas sessões serão presenciais, na sede da UPP, e transmitidas por vídeoconferencia.

INSCREVA-SE PREVIAMENTE COM ENVIO DE EMAIL PARA secretaria@upp.pt

UPP – UNIVERSIDADE POPULAR DO PORTO
Rua da Boavista, 736 ■ 4050-105 PORTO
T 226098641 ■ 963874167 ■ secretaria@upp.pt
www.upp.ptwww.facebook.com/UniversidadePopulardoPorto
Metro: Carolina Michaelis

Ficheiros: 

SAÚDE - COMO VIVER MAIS E MELHOR? - Curso livre na UPP

Às terças-feiras, às 16h.30, a saúde estará nas salas de aula da UPP no curso livre SAÚDE - COMO VIVER MAIS E MELHOR?.

Este importante curso é orientado pelo Dr. BERNARDO VILAS BOAS, médico, consultor, com a especialidade de Medicina Geral e Familiar, da Direção do Sindicato dos Médicos do Norte, Fundador e Presidente da Associação Nacional de USF de 2009 a 2015.

Saúde – Como viver mais e melhor?
Os anos de 2020 e de 2021 ficam assinalados pela pandemia causada pelo SARS COV 2.
– qual o seu significado para cada um de nós e para o mundo, para a saúde e para os sistemas de saúde?
O desenvolvimento científico e tecnológico criou possibilidades e oportunidades extraordinárias para construirmos um caminho de bem-estar e saúde, individual, familiar e comunitária. Estamos a aproveitá-las?
Como funciona o nosso corpo e a nossa mente? Porque adoecemos e como o evitar?
Como envelhecer sem incapacidades?
Como podemos promover e vigiar a nossa saúde? Quando necessitamos de análises e outros exames auxiliares de diagnóstico e como os interpretar?
A forma de usar os cuidados de saúde está em mutação e a imagem do Serviço Nacional de Saúde (SNS), reforçada no contexto da pandemia, é condicionada pelos investidores privados.
Como podemos manter e desenvolver o SNS?

Consulte o folheto anexo com os horários dos cursos

INSCRIÇÕES ABERTAS
UPP - UNIVERSIDADE POPULAR DO PORTO
Rua da Boavista, 736 ■ 4050-105 PORTO
T: 226098641 ■ 963874167
upp.secretaria@gmail.comgeral@upp.ptwww.upp.pt
www.facebook.com/UniversidadePopulardoPorto

CURSO DE ALEMÃO NA UPP

É com prazer que a UPP - Universidade Popular do Porto anuncia para o novo ano letivo o regresso do CURSO DE ALEMÃO, orientado pela professora Amélia Sousa.

O estudo de uma nova língua é sempre enriquecedor porque, através dela, fica-se a conhecer a cultura do país e os costumes do seu povo.
Sendo o alemão a língua materna mais falada da União Europeia e uma língua de grande presença no mundo também pela sua importância no plano cultural e económico, a sua aprendizagem não deixa de constituir um desafio e de ser um estímulo intelectual para quem gosta de comunicar.

Venha aprender alemão connosco

As inscrições estão abertas. Informe-se junto da secretaria da UPP.
Rua da Boavista, 736 - 4050-105 PORTO
T: 226098641 - 963874167 - secretaria@upp.pt

INSCREVA-SE

Ficheiros: 

DA POESIA TROVADORESCA A CAMÕES - Novo Curso

Alargando as opções dos cursos livres no novo ano letivo, a UPP - Universidade Popular do Porto propõe aos alunos o curso DA POESIA TROVADORESCA A CAMÕES, orientado por Mário David Soares, que procura, "através do texto literário, encontrar o caminho que levou à construção da nossa língua e à formação da nossa identidade como povo".

As inscrições estão abertas. Informe-se junto da secretaria da UPP.
Rua da Boavista, 736 - 4050-105 PORTO
T: 226098641 - 963874167 - secretaria@upp.pt

INSCREVA-SE

----------------------

SINOPSE DO CURSO:

Através da história da literatura e análise de texto propõe-se a elaboração de um percurso de afirmação da identidade de um povo e da sua língua.

Das Cantigas de Amigo às Cantigas de Escárnio e Maldizer, de Fernão Lopes a Gil Vicente poderemos ver como a língua vai evoluindo e como, através dela e do contexto histórico em que se insere, a consciência de uma identidade nacional se vai reforçando.

Este não é propriamente um curso de literatura. Não é também um curso de história nem tão pouco um curso de análise textual. É uma tentativa de, através do texto literário, encontrar o caminho que levou à construção da nossa língua e à formação da nossa identidade como povo.

O reconhecimento de um Estado com um rei, um território e uma capital não significou o reconhecimento de um povo.

É a busca desse percurso até à identificação de uma pertença identitária que, basicamente, o curso pretende. Percurso esse que se pode ver através da literatura e que vai a par da construção de uma língua que, definitivamente, se impõe a partir do século XVI.

Ficheiros: 

CORAL DA UPP RETOMA ENSAIOS

O Coral da UPP, dirigido por Pedro Guedes Marques, retoma os seus ensaios a partir do dia 13 de Outubro.

Como uma das primeiras formas musicais geradas pelo ser humano, o canto é um instrumento libertador e exaltador da vida. Cantar é uma forma de conviver, interagindo com as vozes, os olhares e os gestos. Neste coral aprender-se-á cantando, sorrindo de uma forma natural, com a música e o ritmo como pano de fundo.

Horário de ensaios: Quartas-feiras: 18h00.

APAREÇA! AS INSCRIÇÕES ESTÃO ABERTAS.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:
UPP - UNIVERSIDADE POPULAR DO PORTO
Rua da Boavista, 736 | 4050-105 Porto
Telf: 226098641 | 963874167
geral@upp.pt | www.upp.pt | WWW.facebok.com/universidadePopulardoPorto

Tema:

À CONVERSA COM O ESCRITOR MODESTO NAVARRO - por videoconferência e presencial

No dia 14 de outubro de 2021, quinta-feira, às 18,00h, a UPP - Universidade Popular do Porto volta à "conversa com escritores", uma iniciativa que visa conhecer os autores e as suas obras.

Nesta sessão é convidado o escritor Modesto Navarro e a interlocutora será Katia Castro, advogada e dirigente da UPP.

A participação é livre, por via presencial ou por videoconferência.

Deve ser feita inscrição prévia com envio de email para secretaria@upp.pt, indicando opção por participação presencial ou online..

Modesto Navarro iniciou a actividade literária em 1966. Em 1972 publicou um impressivo livro de contos sobre a guerra colonial, “História do soldado que não foi condecorado”, que foi apreendido pelo regime fascista. Até hoje, publicou mais de 40 obras, na sua maior parte de ficção, romances, contos e também levantamentos, sociológicos, reportagens, poesia e uma recolha de textos de poetas populares alentejanos. Assinou com o pseudónimo Artur Cortez, três obras de cariz policial progressista, tendo o seu romance “Condenada à morte” sido o eleito, em 1991, para o Prémio Caminho de Literatura Policial. Está, ainda, representado em diversas antologias.
António Modesto Navarro nasceu em 1942, em Vila Flor, Trás-os-Montes, foi um de onze filhos, tendo trabalhado na oficina de ferrador de seu pai, dos 10 anos até aos 21. Cumpriu o serviço militar em Moçambique, durante a guerra colonial. Autodidata, escritor, crítico literário e publicista, integrou o quadro do Ministério da Cultura, tendo tido ligação especial às áreas da animação, do associativismo e da descentralização, bem como à definição de estratégias de desenvolvimento cultural. Foi assessor da administração da Sociedade Lisboa-Capital Europeia da Cultura e do Pelouro da Educação da Câmara Municipal de Lisboa, tem tido destacada e diversificada participação no associativismo cultural, nomeadamente na Associação Portuguesa de Escritores (de que foi fundador) e na Sociedade Voz do Operário (de que foi presidente da Direcção), pertenceu ao Conselho de Redacção da Seara Nova e tem colaboração em diversos jornais e revistas.
A Oitava Colina, A Capital do Império e o seu mais recente título Ronda, prosa poética invadida pela sua memória sensitiva, são peças últimas de um trabalho literário do escritor que afirma que o que o move é “falar de nós, das ruas, das caras, dos amores e desamores, do trabalho, da fome e das mudanças construídas com sangue, suor, lágrimas e muita dor de perda e de ausência nos que ficaram e nos que partiram porque não tinham outra saída”

Ficheiros: 
Data: 
Quinta, Outubro 14, 2021 - 18:00

Páginas

Subscribe to Universidade Popular do Porto RSS